Pular para o conteúdo principal

DICIONÁRIO CRÍTICO DE Arte, Imagem, Linguagem e Cultura

Recebi esta dica da Rede Iberoiamericana de Educação Artística (RIAEA), por intermédio da professora Elisabete Oliveira.

DICIONÁRIO CRÍTICO DE Arte, Imagem, Linguagem e Cultura
CRITICAL DICTIONARY OF Art, Image, Language and Culture


Uma publicação online do Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens Universidade Nova de Lisboa em colaboração com o Ministério da Cultura IGESPAR Está diponível online em: http://www.arte-coa.pt/index.php?Language=pt&Page=Saberes&SubPage=ComunicacaoELinguagemArte


Coordenação Científica Scientific Coordination Fernando Cascais, José Augusto Mourão, José Bragança de Miranda, Margarida Medeiros, Maria Augusta Babo, Raquel Henriques da Silva, Teresa Cruz. Autores Authors Ana Rodrigues . Anne-Marie Christin . António Fernando Cascais . António Machuco . António Martinho Baptista . Bernard Stiegler . Claudia Alvares . Cristina Sá . David Olson . Delfim Sardo . Domingo Hernández Sánchez . Eusébio Almeida . Fernando José Pereira . Florence de Mèredieu . Gabriela Vaz Pinheiro . Gilles Tiberghien . Gonzalo Abril . Herman Parret . Ieda Tucherman . Isabel Calado . Jacinto Godinho . João Pedro Fróis . João Zilhão . Jorge Leandro Rosa . Jorge Lima Barreto . Jorge Martins Rosa . José António Fernandes Dias . José Augusto Mourão . José Bragança de Miranda . José Casquilho . José Figueiredo Santos . José Gomes Pinto . José Jiménez . José Manuel Bártolo . José Gomes Pinto . José Pinheiro Neves . José-Miguel Marinas . Manuel José Damásio . Manuel Menezes . Margarida Medeiros . Maria Augusta Babo . Maria Helena Costa Pires . Maria Lucilia Marcos . Maria Teresa Cruz . Marie-José Mondzain . Mario Perniola . Martin Kemp . Michel Lorblanchet . Miguel Leal. Moisés de Lemos Martins Oliver Grau . Patrícia Gouveia . Paulo Filipe Monteiro . Paulo Pereira . Pedro de Andrade . Raquel Henriques da Silva . Susana Nascimento Duarte . Susana Oliveira . Teresa Castro . Teresa Mendes. Tito Cardoso e Cunha . Vasco Diogo . Victor Flores . O «DICIONÁRIO CRÍTICO DE ARTE , IMAGEM, LINGUAGEM E CULTURA» foi desenvolvido no âmbito do projecto «Comunicação, Cultura e Arte no Museu do Côa» (2008/2010), em colaboração com o Ministério da Cultura / IGESPAR e o PAVC, encontrando-se também instalado e disponível no Museu do Côa.

Postado por: Flávia Pedrosa Vasconcelos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…