Pular para o conteúdo principal

Exposição Fotográfica "Frutos do Olhar"

Na última vez que conversei com Erinaldo, ele manifestou o interesse que eu postasse no blog alguns trabalhos da minha produção fotográfica. Dessa forma, resolvi iniciar essa apresentação com minha primeira exposição individual em 2006, intitulada “Frutos do Olhar”.


A mostra fotográfica se caracterizou pela reunião de imagens que registraram momentos, expressões, gestos e lugares captados do dia-a-dia ou nas minhas viagens pelas regiões norte e nordeste do Brasil.

Sobre as Águas - Aturiá – Macapá/AP

Rodrigo - Mazagão Velho/AP

Introspecção - Belém/PA

A pretensão da exposição era estimular a linguagem da fotografia contemporânea ligada à temática cotidiana. A mostra também se fundamentou no registro documental e na formulação consciente de questões estéticas reveladas em olhares inocentes e despretensiosos e constantemente ignorado pela velocidade de nosso dia-a-dia.

Bom Dia Brasil - Macapá/AP - Cavalhada de São Tiago - Mazagão Velho/AP

Desconfiado - Mazagão Velho/AP - Sr. Garça - Mazagão Velho/AP - Pequenazinha - Porto Grande/AP


Para entender essa questão, basta olhar a nossa volta e notar as inúmeras interferências que bloqueiam nossa contemplação, como um celular que toca na hora de um lindo pôr do sol; uma moça seminua no cartaz tirando a atenção da contemplação de uma bela cena; ou seja, a poluição visual, sonora ou olfativa nos direciona o que ver, fazer, comprar, comer, etc.


Balsa - Rio Matapi/AP - Voltando para Casa - (Lagoa de Guaraíras) Tibau do Sul/RN - A Espreita - Macapá/AP


Prelúdio - Cabedelo/PB - Sossêgo - Barra de Mamanguape/PB


Todo esse processo nos leva a perder a capacidade de perceber diversas coisas. Hoje dificilmente nos deparamos com alguém parado observando uma bela paisagem, um por do sol, um lual, e isso é muito grave. Essa insensibilidade está nos levando a rir, por exemplo, das vídeos cacetadas do “Domingão”.

Meu retrato - Santa Rita/PB - Horizontes - Macapá/AP



D'além Mar - Forte Orange/PE - Imponência - Forte São José de Macapá - Macapá/Ap


Assim, essa inquietude fez-me usar a fotografia, que possui a capacidade inata de captar a expressão mais íntima das pessoas, para tentar resgatar os pequenos detalhes da vida que às vezes não enxergamos. Momentos simples e singelos que encantam os que “não tem tempo” para o deleite do mundo ao seu redor.


Sesta (Mergulhões no Rio Amazonas) - Macapá/AP

Meninos do Rio 1 e 2 (Praia do Aturiá no Rio Amazonas) - Macapá/AP

(José de Vasconcelos Silva)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…