Pular para o conteúdo principal

INSTALAÇÃO "OUPS!"...


Uma instalação feita por um artista brasileiro é um dos destaque deste ano do maior evento de animação, mangá e arte high-tech do Japão, o Japan Media Arts Festival.

A instalação interativa "Oups!", de Marcio Ambrosio, que mistura movimentos humanos com animação, ganhou o prêmio principal da categoria Arte e foi uma das mais concorridas na abertura da exposição.

Durante os 11 dias de evento, o visitante vai poder ver, ouvir e interagir também com outras 169 obras, escolhidas de um total de 2.146 inscrições de 44 países.

Nas categorias mangá, entretenimento e animação, os ganhadores foram todos japoneses.


"Tenori-on", ou algo como "som na palma da mão", foi um dos vencedores.

Este aparelho funciona como um instrumento musical digital, que mistura sintetizador com sequenciador.

Apresentado ao público em 2005, o aparelho é hoje usado por Bjork, Radiohead, Kraftwerk, entre outros músicos.

Ele foi desenvolvido pelo técnico de som da Yamaha, Yu Nishibori, em parceria com Toshio Iwai.


Neste 'jogo', a pessoa terá de levar o boneco, projetado digitalmente numa tela grande, para fora do cubo

O mercado de produtos digitais no Japão é um dos mais lucrativos do mundo.

A demanda por novidades é grande e o mercado para arte digital tem crescido nos últimos anos.

Por isto, o festival é considerado um dos mais importantes do país. Ele traz trabalhos que usam as mais novas técnicas e tecnologias digitais.

'Oups!'


Na instalação do artista brasileiro, a idéia é transformar o visitante no ator principal de uma sequência animada.

É como se estivéssemos no filme Uma Cilada para Roger Rabbit.

"Ele nasceu da vontade de misturar novas tecnologias com a animação clássica de forma artística e ao mesmo tempo lúdica", contou Ambrosio à BBC.


Nesta instalação o visitante pode usar o celular para 'pescar' os peixes

Foi da reação dos primeiros que "viram" o trabalho que surgiu o nome.

"Oups é uma palavra que, quando pronunciada, expressa surpresa quando se tem contato com algo inesperado", explicou Ambrosio.

A obra surgiu há um ano e já participou de outros festivais. "Mas é a primeira vez que ganho um prêmio com um trabalho", contou.

Os japoneses se divertiram com a instalação Oups!

Formado em desenho industrial e artes, o brasileiro atuou em diferentes áreas como animação, propaganda e pós-produção.

Em 1999, ele foi para a Bélgica, onde trabalhou em estúdios de pós-produção de longas-metragens, documentários e comerciais de propaganda.


Em 2004 formou o coletivo Zzzmutations, criado para produzir curtas-metragens de animação e desenvolver projetos experimentais.

De volta ao Brasil, montou o estúdio de criação Kosmo para aplicar seu talento e experiência no mercado brasileiro.

Agora o artista sonha em criar uma videoteca de animações, um canal para ilustradores, animadores e grafistas de todo o mundo.

"Quem quiser criar uma animação para o Oups! pode me mandar o trabalho e vamos incluí-lo", disse.

Assim, a cada nova exposição, sempre existirão novidades e animações inéditas, o que dá um caráter de projeto infinito ao trabalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…