Pular para o conteúdo principal

MOSTRA DE ARTE URBANA...

Cartaz de Shepard Fairey que integra mostra "Transfer", em Porto Alegre

Com cerca de 300 trabalhos de mais de 100 artistas brasileiros e estrangeiros, a exposição reúne pinturas, vídeos, desenhos, fotografias e até uma pista projetada especialmente para o evento, onde o público poderá andar de skate.

Entre os artistas de fora do Brasil que participam da mostra está o coletivo surgido nos Estados Unidos BeautifulLosers. São apresentados na mostra trabalhos de 27 artistas envolvidos com o grupo, entre eles os cineastas Harmony Korine ("Gummo") e Larry Clark ("Kids" e "Ken Park"), o fotógrafo Terry Richardson e Shepard Fairey, artista norte-americano que chamou a atenção ao colar extensivamente nas ruas dos EUA lambe-lambes de seu personagem Obey Giant, inspirado no campeão de luta-livre francês Andre the Giant (1946 - 1993). BeautifulLosers tem uma ala dedicada ao seu trabalho, com curadoria do norte-americano Christian Strike.

Pista de skate projetada especialmente para o evento em Porto Alegre

A exposição conta com mais três seções, uma delas abordando artistas brasileiros contemporâneos que se destacaram por meio de ilustrações para fanzines, cartazes de shows, pranchas de skate e capas de discos. Denominada Mauditos, esta ala tem curadoria de Fábio Zimbres e Alexandre Cruz - também conhecido como Sesper -, e apresenta trabalhos dos desenhistas Jaca, Lourenço Mutarelli, Luís Fernando Schiavon, Marcatti, MZK e Speto.


"A idéia do maior painel da mostra TRANSFER _ cultura urbana. arte contemporânea. transferências. transformações, surgiu por meio de um recente episódio que estampou as páginas dos principias jornais do país. Um sobrevôo de um dos coordenadores da Funai resultou nas fotografias de índios de uma das quatro etnias isoladas que vivem na fronteira do Acre com o Peru. As mulheres e suas crianças fugiram para a floresta em busca de proteção, enquanto os guerreiros da tribo se posicionaram e reagiram atirando flechas no avião. Essa imagem está retratada no trabalho do artista Nunca, que ocupa uma parede de 15x8 metros, concluído esta semana, após a abertura da exposição. O público pôde acompanhar a criação da obra neste período.

Para Nunca “o fato foi determinante para idealizar e realizar o trabalho, pois a tradição da cultura indígena repudia a modernidade”. A mostra TRANSFER está em cartaz no Santander Cultural até 28 de setembro. "

Fontes:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…