Pular para o conteúdo principal

ANEXO II – BIBLIOGRAFIA BÁSICA DO MESTRADO EM ARTES VISUAIS

Pessoal,

adiante a bibliografia básica de cada linha de pesquisa, constante no processo seletivo do Mestrado em Artes Visuais UFPB/UFPE

Abraços,

Erinaldo Alves

ANEXO II – BIBLIOGRAFIA BÁSICA

Área de Concentração: Ensino das Artes Visuais

Linha de Pesquisa: Ensino das Artes Visuais no Brasil

1 BARBOSA, Ana Mae. Arte educação contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

2 BARBOSA, Ana Mae (org.). Ensino da Arte: memória e história. São Paulo: Perspectiva, 2008.

3 BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane. Arte/Educação como mediação cultural e social (orgs). São Paulo: Editora UNESP, 2009.

4 BRITES, Blanca & TESSLER, Elida. (Orgs.). O meio como ponto zero: metodologia da pesquisa em artes plásticas. Porto Alegre: Universidade/UFRGS, 2002. Visualidade. v.

5 CARVALHO, Lívia Marques. Ensino de Artes em ONGs. São Paulo: Editora Cortez, 2008. 144 p.

6 HERNÁNDEZ, Fernando. Catadores da Cultura Visual: proposta para uma nova narrativa educacional. Porto Alegre: Mediação, 2007.

7 INTERVENÇÕES: Artes Visuais em Debate. João Pessoa: Ed. da UFPB. 2008-2009. Semestral.

8 OLIVEIRA, Marilda Oliveira de (org.) - Arte, Educação e Cultura. Santa Maria, RS: Editora: Editora UFSM

9 OLIVEIRA, Marilda Oliveira de; HERNÁNDEZ, Fernando. Orgs. A formação do professor e o ensino das artes visuais. Santa Maria, RS: Ed. UFSM, 2005.

10 MARTINS, Raimundo; TOURINHO, Irene (org.). Educação da Cultura Visual: narrativas de ensino e pesquisa. Santa Maria: Editora da UFSM, 2009.

11 OLIVEIRA, Sandra Regina Ramalho e, MAKOWIECK, Sandra (org.). O Estado da Arte da Pesquisa em Artes Plásticas no Brasil. Florianópolis: UDESC, 2008.

12 RICHTER, Ivone Mendes. Interculturalidade e estética do cotidiano no ensino das artes visuais. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2003.

Linha de Pesquisa: História, teoria e processos de criação em Artes Visuais


1 BENJAMIM, Walter. A modernidade e os modernos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1975.

2 CRIMP, DOUGLAS . Sobre as ruínas do museu. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

3 DEMPSEY Amy. Estilos, escolas & movimentos. Guia enciclopédico da arte moderna. São Paulo: Cosacnaify, 2003.

4 FRANCE, Claudine. Cinema e antropologia. Campinas – SP: Ed. UNICAMP, 1998.

5 HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 2002.

6 KRAUSS, Rosalind E. La originalidad de la vanguardia y otros mitos modernos. Madrid: Alianza Editorial, 1985. 320 p.

7 MURCH, Walter. Num piscar de olhos. Rio de Janeiro: Jorge Zahaar, 2004.

8 SAMAIN Etienne Ghislain. (Org.). O Fotográfico. 2ª ed. São Paulo: Hucitec e SENAC, 2005.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…