Pular para o conteúdo principal

Artesanato - Dona Marisô

Nas minhas andanças pelo interior, encontro muitas coisas interessantes, culturalmente falando. O artesanato exerce uma forte atração sobre mim e, por isso, sempre procuro ver o artesanato de cada local. Agora no final de agosto, estive na cidade onde meus pais moram ( Nazarezinho ) e encontrei uma senhora, Dona Marisô, que chamou minha atenção.
Ela tem problemas auditivos graves e é dependente do aparelho para se comunicar. Dona de um carisma impressionante, tem um sorriso fácil que acaba conquistando quem se aproxima. Como se não bastasse a prosa aconchegante, Dona Marisô ainda se destaca no seu artesanato. Ela faz bonecas de pano. Durante a conversa ela contou que aprendeu com a mãe, quando ainda usava calcinhas. Adorou fazer as bonecas e isso passou a ser sua principal diversão . Toda manhã se comprometia com a mãe de arrumar a casa em troca de tecido. À tarde, saía para brincar e por lá mesmo deixava a boneca, desmanchando-a. Essa foi a única forma que encontrou para que no dia seguinte sua mãe, mesmo reclamando, fornecesse mais tecido para ela produzir uma nova boneca. Já mocinha, usou as bonecas para comprar, ou trocar, por peças de roupas e/ou calçados . Hoje, ainda que modestamente, vende para ajudar a renda da família. A história é de perserverança e amor por essas bonecas, mas o produto foi o que mais me seduziu! São incriveis essas bonecas ( bruxinhas) de Dona Marisô. Elas são muuuito pesadas porque ela compacta, ao máximo, com retalhos de tecido, cada parte da boneca. Elas têm cintura, quadril e seios, fartos e definidos. Suas unhas são pintadas.Os sapatos também são feitos por ela e muitas possuem meia calça, tipo arrastão. Os cabelos não são feitos de linha. Com a mesma mansidão com que fala, desfia o tecido, separando fio a fio para fazer a cabeleira da boneca. Além de tudo isso, ela usa sobreposição de tecidos, através de transparência, para variar os tons dos rostos das bonecas e faz bonecas em tamanho real!
Adoro descobrir pessoas e produtos que mesmo enfretando dificuldades financeiras, praticamente isoladas em sítios do sertão e sem ajuda do governo defendem sua produção com tanta paixão. À Dona Marisô meus parabéns pelo amor a sua produção artesanal!






r









Karlene Braga

Comentários

ESPÍRITO SANTO disse…
Nossa..!! Estou eu pesquisando bonecas e encontro essa artísta maravilhosa,,,Posso saber onde é a casa dela para poder conhecer-la.Parabéns pela reportagem.

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…