Pular para o conteúdo principal

Saiba gerenciar melhor seu tempo no trabalho

Quando vi essa reportagem achei que sua socialização seria de muita utilidade aos professores e estudantes que frequentam esse blog e que em seu cotidiano precisam fazer malabarismos com o tempo para cumprir todos os compromissos. Uma das dicas interessantes é a respeito do trabalho em equipe...


Parece que o tempo passa rápido demais? É quase impossível dominar todas as informações e tarefas no trabalho? Planejamento e a objetividade são essenciais para controlarmos os ponteiros do relógio.

É uma luta diária contra o relógio. O brasileiro trabalha, por semana, nas grandes cidades, em média, 40 horas. E a maioria tem sempre aquela sensação de que não vai dar tempo de cumprir o prazo prometido.

É pressão de um lado, pressão de outro... Mas qual será a melhor dica para não perder o controle do tempo e não enlouquecer?

“Clareza sobre o que está sendo solicitado, sobre a demandas, seja ela profissional, familiar, pessoal. Clareza no sentido de quanto tempo isso vai demorar. Se isso é urgente não é urgente. A segunda coisa é você mesmo da clareza sobre o seu própria dia, sua própria atividade. Vamos supor que o chefe te pediu alguma coisa, que é urgente, porque o chefe do chefe pediu. Você precisa ter do seu chefe uma noção do quanto ele imagina que aquela atividade vai tomar de tempo e você precisa dar para seu chefe a noção do quanto você tá fazendo de trabalho, então é você ter clareza dos dois lados”, diz Aloísio Duoro, consultor de RH.

Não! Essa simples palavra pode fazer uma grande diferença na hora de poupar tempo. Um estudo mostrou que 82% das pessoas perdem tempo por não saber dizer não. E as mulheres, cerca de 67%, são as que menos conseguem negar algo.. Mas os homens também vacilam. Eles são os que mais desperdiçam tempo de forma inútil. E apenas um terço do tempo do brasileiro é focado em atividades realmente importantes

Apenas onze minutos (imagens do Museu do Relógio). Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que é esse o tempo médio que uma pessoa consegue ficar concentrada em uma tarefa. E se alguma coisa te distrai, por exemplo, atende um telefonema sobre um outro assunto, bate-papo com um colega, aí você pode perder até 25 minutos do seu trabalho até conseguir focar novamente a atenção no que estava fazendo.

Jogos, cafezinho e muita conversa. Na política de uma empresa, isso não é peerder tempo. “No começo nós estranhamos um pouco o número de horas que as pessoas ficavam no lounge jogando, mas no final do dia compensa! Ou seja, apesar de uma impressão inicial de que o trabalho rende menos, pelas horas “perdidas” na descompressão, o trabalho rende mais” declara Romero Rodrigues , presidente da empresa.

Vamos ver agora um outro exemplo que vem de Fortaleza. O advogado, doutor Romulo Alexandre, além de cuidar de diversos processos, o que já é comum na profissão, ele também é presidente do conselho das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil e atualmente está organizando um encontro que vai reunir representantes de oito países de língua portuguesa.

“Para cumprir os compromissos no prazo acredito que primeiro devemos gostar do que fazemos. E segundo, trabalhar em equipe. Hoje se não tivesse uma equipe de apoio que me ajuda nas atividades finais, dificilmente eu conseguiria administrar o conjunto de atividade quer no escritório, quer no conselho das câmaras”, diz Romulo Alexandre Soares, advogado.

E vai aí mais um conselho para adiantar seu dia: seja sempre objetivo, faça um planejamento. Pergunte-se: o que é mais importante para agora?

“São tantas coisas que no final acabamos nos perdendo. O que eu preciso fazer, além do planejamento? É preciso botar alguns limites claros de quanto que eu preciso fazer agora, quanto eu posso postergar, se postergar é melhor ou se posso fazer na semana que vem”, avalia Aloísio Duoro, consultor de RH.

Não é fácil administrar o tempo, mas ter o controle sobre ele, o tão almejado sucesso pode ficar ainda mais perto e garantido.

“Um dos critérios que a gente usa para aliviar uma pessoa de sucesso não é necessariamente a quantidade de coisas que ela faz, mas o que ela faz, ela faz bem feito, no sentido de fazer até o fim, de cumprir a tarefa”, declara o consultor.


Disponível em: http://g1.globo.com/jornalhoje/0,,MUL1228007-16022,00-SAIBA+GERENCIAR+MELHOR+SEU+TEMPO+NO+TRABALHO.html


Karlene Braga

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…