Pular para o conteúdo principal

Obrigado Mestre

Olá Pessoal,

Infelizmente, no final de abril, logo após a minha apresentação enquanto colaborador do blog, precisei me afastar devido a internação de urgência e posterior falecimento de minha avó, a nossa matriarca e uma pessoa muito querida e amada por todos. E nesse momento doloroso necessitou a atenção e dedicação de toda a família.

Dessa forma, não tive a oportunidade de agradecer as gentis palavras que Erinaldo postou quando fez a minha apresentação.

Posso destacar que muito do sucesso profissional e pessoal de um indivíduo, se dar através das escolhas realizadas na nossa trajetória de vida. Dessa forma, no meu caso, ser artista plástico sempre foi um sonho de infância e uma meta a ser alcançada.

Outra questão importantíssima é que nesse caminho, você tenha a sorte de ter pessoas especiais e qualificadas que ajudarão a alcançar essas metas. Durante minha vida acadêmica no curso de artes visuais na UFPB, por exemplo, tive a oportunidade de conviver com excelentes professores que moldaram e me inspiraram numa nova profissão que nem sonhava que era a do magistério em artes.

Na entrega da minha da prova final de minha monografia, alguns amigos estranharam quando nomeie todos os meus professores um a um. Hoje, novamente farei com intuito de destacá-los seja pelo método, pela determinação, pela erudição, pela paixão, bem como, em outros aspectos, importantes na minha formação. Então, gostaria de homenagear nomes como: Antônio Gomes, Ana Maria Coutinho, Breno Mattos, Celene Sitônio, Erinaldo Alves, Fernando Pereira (Bermuda), Florismar Gomes, Francisco Pereira Júnior, Gabriel Bechara, José Nilton, Liana Chaves, Lívia Marques, Manuel Clemente, Maria do Carmo Santiago, Maria Helena Mousinho, Roseli Mikeloto, Rosilda de Sá, Rosires Carvalho, Sanclair, Silvino Espínola e Sylvia Ribeiro Coutinho.

Assim, ser grato e dar o reconhecimento dos créditos a quem os merece, é fundamental para nosso crescimento e amadurecimento enquanto pessoa e profissional, bem como, estarmos também contribuindo para mantermos estes profissionais preparados e motivados para “outros” Vasconcelos, Josés, Severinos, Antônios..., que passaram pelas suas tutelas. Assim, parte do que sou hoje é dividido com vocês. Um abraço a todos.
Por fim, dentre tudo, não poderia de deixar aqui o meu agradecimento especial ao Prof. Erinaldo Alves, no qual convivi em várias etapas da minha vida acadêmica, enquanto aluno depois, bolsista e funcionário. Mentor intelectual e responsável direto pelo referencial de profissional que me espelho e busco alcançar. Sábias e importantes foram suas orientações e conselhos.

Obrigado Mestre!

(José de Vasconcelos Silva)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…