Pular para o conteúdo principal

A mulher capturada em foto

Por: ASTIER BASÍLIO

PREMIADOS. - Amadores e profissionais dividem as paredes da Galeria de Arte Solo, no Zarinha Centro de Cultura
Se uma imagem vale mais que mil palavras, como diz o ditado popular, mais de 24 mil palavras seriam necessárias para falarmos desta exposição. Provérbios à parte, continua em cartaz as 24 fotografias do concurso ‘Paraíba dos Seus Olhos’, promovido pela Rede Paraíba de Comunicação.
A edição deste ano teve como tema ‘Imagens do Universo Feminino’. Detalhes, signos, cores e luzes apresentaram a mulher em suas mais variadas facetas e matizes. Se você ainda não teve a oportunidade de ver os trabalhos, a exposição permanece em cartaz até este sábado, na Galeria de Arte Solo, do Zarinha Centro de Cultura. Do material exposto, metade são fotografias dos vencedores na categoria “profissional”, a outra metade na categoria “amador”.
Profissionais e amadores dividem o mesmo espaço de visibilidade. Dayse Euzébio de Oliveira se formou em jornalismo há dois meses. A premiação com a foto “O tempo”, mostrando uma senhora absorta, sentada em uma cadeira de balanço, rendeu a Dayse a segunda colocação na categoria amador. “Estou pensando em me dedicar mais à fotografia, estudar e me tornar profissional”.
Vencedor do primeiro lugar na categoria “profissional”, Marcus Antonius. “O prêmio está levantando o nível da Paraíba, à medida em que dá muita visibilidade e publicidade aos que vencem. Na exposição, tanto o profissional, como o amador têm o mesmo espaço. Além do fato de possibilitar o surgimento de novos talentos”.
Para Francisco Fernandes, do Zarinha Centro de Cultura, a experiência tem sido das mais significativas. “Além do público amante da fotografia, a exposição tem sido visitada por nossos alunos e eles estão trabalhando a arte fotográfica e tendo uma compreensão a partir do que é exposto. Eles estão também fazendo redações a partir do universo sugerido pelas fotografias”, esclarece.
Francisco realça o status de obra de arte que a fotografia tem e afirma: “A retração do universo feminino respeita a arte. São fotografias sem manipulações, sem Photoshop”.

Disponível em : http://jornaldaparaiba.globo.com/v2008/vida.php?id=23338&IDNOT=6&rqv=y


Karlene Braga

Comentários

Anônimo disse…
says almost all people payback most of the financial loans on time and even devoid of fines
A top personal debt a good cause desires numerous folks looking towards these products intended for allow more than payday loan bills towards twice this kind of. credit card debt good cause states all-around have used all the near future, excessive benefit lending options this season. A aid organization pronounces several years gone by the quantity of consumers with them was basically simple.
kredyty bez bik
pożyczka gotówkowa a pcc
pożyczka hipoteczna oprocentowanie
wskazówka
kredyty na dowód przez internet

http://szybkapozyczkabezbik.org.pl
http://pozyczki-prwatne.net.pl
http://szybkapozyczkaonline.com.pl

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…