Acesse "conteúdos" na lateral direita do Blog!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Paraíba é o terceiro com menos bibliotecas

Quarta, 12 de Novembro de 2008

A Paraíba é o terceiro Estado do País com o maior número de municípios sem bibliotecas públicas. Em 48 cidades paraibanas não existe um único equipamento dessa natureza, conforme levantamento feito pelo consultor e diretor do Observatório do Livro e da Leitura e um dos coordenadores da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, Galeno Amorim, com base nas informações do Sistema Nacional de Bibliotecas. Na Paraíba, são 118 equipamentos municipais e dois estaduais cadastrados no Sistema Nacional de Bibliotecas. O estudo foi publicado em maio deste ano e traçou um diagnóstico do País.
A pesquisa foi divulgada na página do consultor na internet (www.blogdogaleno.blog.uol.com.br) e mostrou que 362 municípios brasileiros não possuem nenhuma biblioteca pública. A situação é mais crítica na região Nordeste, que concentra o maior número de municípios sem bibliotecas. O Estado em pior posição é o Piauí, onde 79 cidades não possuem esse serviço. Em seguida, aparecem a Bahia, com 67; a Paraíba, com 48; e o Rio Grande do Norte, com 28 cidades.
De acordo com o levantamento de Galeno Amorim, que também é consultor de políticas públicas da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) para a Educação, a Ciência e a Cultura, o Amazonas é o Estado na região Norte que lidera a lista da falta de bibliotecas, com 24 cidades sem este tipo de equipamento. No Centro-Oeste, a cidade de Goiás, tem 25 municípios sem elas. Já no Sul, o Rio Grande do Sul, Estado conhecido por sua tradição leitora, é o único Estado da região que ainda não tem bibliotecas em todas as suas cidades – elas inexistem em 13 localidades. No Sudeste, o município de São Paulo, onde, existem 15 municípios sem o equipamento.


Nordeste é a mais “carente”


Para Galeno, o resultado do levantamento sobre as bibliotecas públicas condiz com os índices de leitura apontados pela pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”. A pesquisa mostrou que o Nordeste é a região com menor percentual de leitura do País (50%) e como a que possui o segundo menor número de livros lidos por ano. Enquanto na região Sul, as pessoas lêem em média 5,5 livros por ano, no Nordeste às pessoas costumam ler 4,2 exemplares.
Já na região Sudeste essa relação é de 4,9 e no Centro-Oeste de 4,5 livros por ano. O menor índice foi identificado na região Norte, com apenas 3,9 livros lidos a cada ano.
A pesquisa não traz dados por Estado, mas o último levantamento do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), por exemplo, mostrou que os estudantes da Paraíba obtiveram as médias mais baixas nas avaliações sobre proficiência em Língua Portuguesa. Entre os alunos da terceira série do Ensino Médio da rede pública, os paraibanos aparecem na penúltima colocação, ficando à frente apenas dos estudantes do Maranhão.


Espaço Cultural fechada há 3 anos


Para a professora do Departamento de Ciências da Informação da UFPB, Bernardina Freire, o número além de insuficiente não reflete a realidade, pois menos de 50% delas funcionam de fato. Ela cita as bibliotecas estaduais. São duas unidades, ambas localizadas em João Pessoa. Entretanto, apenas a que está situada na Avenida General Osório, no Centro da Capital, está aberta atualmente. A outra, que funciona no Espaço Cultural José Lins do Rego, e que possui, inclusive, um acervo maior, está fechada para reforma há três anos. A Capital não possui nenhuma biblioteca municipal.

Marly Lúcio

Disponível em : http://www.portalcorreio.com.br/jornalcorreio/matLer.asp?newsId=57548

Karlene Braga

1 Comentário:

Anônimo disse...

É uma VERGONHA saber que uma capital nacional_João Pessoa não possui nenhuma biblioteca municipal, vamos acordar né "representantes do povo".

Quem segue Ensinando Artes Visuais

Participe deixando o seu recado

Total de Visitas

Países visitantes

Visitantes agora

Visualizações na última semana

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO