Acesse "conteúdos" na lateral direita do Blog!

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

CASA PARA TODOS...

Este abrigo, que comporta 4 pessoas, foi usado pela primeira vez para os desabrigados do furacao Katrina. O governo chinês já fez um pedido de 10 mil destas tendas para a World Shelters.



A casa da I-Beam Design é montada a partir das caixas de madeira que levam bens de primeira necessidade para as zonas de emergência. Já foi usada no Kosovo e para as vítimas do Tsunami.


A torre alta de quase dez metros do arquiteto Massimiliano Fuksas, chama-se Deep Purple. O tronco principal é de aço inoxidável. Dos 'galhos' saem as plataformas, de fibra de vidro.



Esta casa é um projeto do arquiteto chileno Alejandro Aravena. Cerca de 10 mil foram já construídas no Chile. O custo é de 10 mil dólares.



O projeto de Piero Barbanti e Luca Tontini venceu um concurso nacional na Itália. A casa é pré-fabricada em madeira e vidro e pode ser montada apenas seguindo um kit de instruções.




Os "Vilarejos Velozes", de Cino Zucchi, possuem uma embalagem em alumínio que protege o conteúdo em madeira. Os módulos de 20 metros quadrados são anexados a outros, formando vilas.




Um iglu feito com guarda-chuvas pesa 15 quilos e é montado em 3 horas. O conceito do arquiteto japonês Kengo Kuma foi o de usar objetos comuns para criar refúgios com material reciclável.


[...] A exposição Casa para Todos busca resgatar a preocupação histórica em encontrar respostas para as crises habitacionais, como as enfrentadas durante e após o período das duas guerras mundiais.

As violentas manifestações dos subúrbios franceses, a destruição dos campos dos nômades ciganos em toda a Itália e conflitos étnicos nas favelas da África do Sul são alguns exemplos recentes de como a atual crise habitacional pode afetar o bem-estar das metrópoles.

O curador da mostra, Fulvio Irace, chama a atenção para os números da ONU sobre a questão ambiental. Ele ressalta que, neste ano, pela primeira vez na história, a população urbana superou a rural.

"Atualmente, metade da população do mundo vive em cidades. E a metade desta metade vive em 12 grandes cidades, como Cidade do México, Pequim, São Paulo, e creio que um terço desta população vive nas favelas", afirma Fulvio Irace, curador da mostra Casa Para Todos.

A UN-Habitat (Human Settlements Programme), órgão da ONU que monitora o problema no mundo, afirma que nunca houve tantos "sem-teto". [...]

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/05/080527_galeriacasapopular_ga.shtml (Lm)

Seja o primeiro a comentar

Quem segue Ensinando Artes Visuais

Participe deixando o seu recado

Total de Visitas

Países visitantes

Visitantes agora

Visualizações na última semana

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO