Pular para o conteúdo principal

CASA PARA TODOS...

Este abrigo, que comporta 4 pessoas, foi usado pela primeira vez para os desabrigados do furacao Katrina. O governo chinês já fez um pedido de 10 mil destas tendas para a World Shelters.



A casa da I-Beam Design é montada a partir das caixas de madeira que levam bens de primeira necessidade para as zonas de emergência. Já foi usada no Kosovo e para as vítimas do Tsunami.


A torre alta de quase dez metros do arquiteto Massimiliano Fuksas, chama-se Deep Purple. O tronco principal é de aço inoxidável. Dos 'galhos' saem as plataformas, de fibra de vidro.



Esta casa é um projeto do arquiteto chileno Alejandro Aravena. Cerca de 10 mil foram já construídas no Chile. O custo é de 10 mil dólares.



O projeto de Piero Barbanti e Luca Tontini venceu um concurso nacional na Itália. A casa é pré-fabricada em madeira e vidro e pode ser montada apenas seguindo um kit de instruções.




Os "Vilarejos Velozes", de Cino Zucchi, possuem uma embalagem em alumínio que protege o conteúdo em madeira. Os módulos de 20 metros quadrados são anexados a outros, formando vilas.




Um iglu feito com guarda-chuvas pesa 15 quilos e é montado em 3 horas. O conceito do arquiteto japonês Kengo Kuma foi o de usar objetos comuns para criar refúgios com material reciclável.


[...] A exposição Casa para Todos busca resgatar a preocupação histórica em encontrar respostas para as crises habitacionais, como as enfrentadas durante e após o período das duas guerras mundiais.

As violentas manifestações dos subúrbios franceses, a destruição dos campos dos nômades ciganos em toda a Itália e conflitos étnicos nas favelas da África do Sul são alguns exemplos recentes de como a atual crise habitacional pode afetar o bem-estar das metrópoles.

O curador da mostra, Fulvio Irace, chama a atenção para os números da ONU sobre a questão ambiental. Ele ressalta que, neste ano, pela primeira vez na história, a população urbana superou a rural.

"Atualmente, metade da população do mundo vive em cidades. E a metade desta metade vive em 12 grandes cidades, como Cidade do México, Pequim, São Paulo, e creio que um terço desta população vive nas favelas", afirma Fulvio Irace, curador da mostra Casa Para Todos.

A UN-Habitat (Human Settlements Programme), órgão da ONU que monitora o problema no mundo, afirma que nunca houve tantos "sem-teto". [...]

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/05/080527_galeriacasapopular_ga.shtml (Lm)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…