Acesse "conteúdos" na lateral direita do Blog!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

MOVIMENTO DE 1968...

A década de 1960 é considerada por alguns filósofos e historiadores como a mais revolucionária da política internacional. Em vários continentes e em diversos países eclodiram movimentos reivindicatórios e libertários que questionavam o poder, a cultura e a economia vigentes. [...]

Marco histórico - Maio de 68 tem um marco: na França, país onde o movimento foi mais intenso, radical e de repercussões internacionais, uma greve iniciada por estudantes universitários rapidamente adquiriu contornos revolucionários mobilizando também trabalhadores – cerca de 10 milhões aderiram à greve dos estudantes - ganhando feições insurrecionais.
Nos Estados Unidos, os negros, sob a liderança de Martin Luther King, exigiam o fim da sociedade discricionária e reivindicavam direitos civis restritos à população branca. Martin Luther King foi assassinado em abril de 1968, mas sua mensagem conquistou corações e mentes e mudou a história e as relações de poder na América. Também as mulheres exigiam seus direitos, o fim da discriminação, igualdade no trabalho e no lar.

No Brasil, milhares de estudantes ganharam as ruas em todas as capitais do país exigindo o fim da ditadura militar. Movimentos culturais nas mais diversas formas de expressões artísticas nasciam influenciando para sempre o cenário cultural nacional.

Antônio Bandeira: expoente da arte abstrata, o cearense é um dos destaques do Festival UFC de Cultura (Foto: Divulgação)

Ecos de 68 - A Prefeitura Municipal de Fortaleza também é uma das realizadoras do Festival UFC de Cultura - Ecos de 68, que vem retomar as discussões em torno das idéias e da estética do período. Entre 26 e 31 de maio, a ordem é rediscutir o movimento político e cultural da década de 60, em particular as influências geradas a partir do movimento de maio de 1968 na França.


Obras de Antônio Bandeira pertencentes ao acervo do Mauc compõem a exposição ´Bandeira Quarenta´ (Foto: Reprodução)


Para a atual geração de jovens estudantes e sociedade e geral, um momento para entender o que representou para o Ceará e para o País a participação do movimento estudantil, dos movimentos sociais, dos partidos políticos e do movimento cultural no deflagrado processo de resistência ao autoritarismo e construção de uma sociedade democrática.

Seja o primeiro a comentar

Quem segue Ensinando Artes Visuais

Participe deixando o seu recado

Total de Visitas

Países visitantes

Visitantes agora

Visualizações na última semana

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO