Pular para o conteúdo principal

5 - Os auto-retratos: as diferenças visuais nas imagens de mim

A terceira aula ocorreu no dia 07/05/07 com as turmas 6º ano “A”, das 08h30min às 09h15min e no 6ºano “B”, das 10h15min às 11h00min. O tema foi: Como eu vejo as diferenças visuais na imagem de mim mesmo (a)?

O objetivo foi perceber nas imagens de auto-retratos de artistas as diferenças visuais nas diferentes representações de si mesmo mediante o uso de auto-retratos. Trabalhamos com vários artistas, mas nos detivemos na artista mexicana Frida Kahlo, pois sua produção foi focada em diferentes fases da sua vida, com diversos auto-retratos, além de ser uma artista mulher representante da América Central.

Levei cada turma, em seu horário especifico, para a sala de vídeo. expliquei o tema da aula e perguntei se sabiam o que era auto-retrato. Uma minoria disse que era uma fotografia; mas a maioria não sabia exatamente o que era. Expliquei que auto-retrato é uma representação da imagem de si próprio, podendo ser feito em um desenho, uma pintura etc.

-Salvador Dalí

-Auto-retrato Salvador Dalí

Comecei a exibir imagens de auto-retratos de diferentes artistas (Diego Rivera, Frida kahlo, Eugene Delacroix, Anita Malfati, Tarsila do Amaral, Salvador Dali, João Câmara, Cândido Portinari, Norman Rockwell e Modigliani). Mostrei, primeiramente, a fotografia do artista e logo em seguida os seus auto-retratos. Enquanto ia mostrando as imagens, pedi que fossem comentando o que percebiam. Muitos (as) achavam que os auto-retratos não se pareciam com a imagem da fotografia do artista e outros (as) já acreditavam que era semelhante dependendo do artista. Questionaram o motivo dos artistas se retratarem tão diferentes da imagem da sua imagem real.

-Retrato Frida Kahlo

-Auto-Retrato Frida Kahlo


-Auto-Retrato Frida Kahlo

Expliquei que cada artista tinha seu estilo e se representava de acordo com o que ele acreditava ser, apoiado nas convenções do seu estilo e também no momento que estavam vivendo.

A partir da discussão que tivemos sobre as imagens dos auto-retratos dos artistas, na qual falei que os artistas também mudavam suas formas de se retratar, expliquei que tomei a artista Frida kahlo como exemplo para esta questão.

Exibi as imagens dos auto-retratos da artista, ressaltando que ela se retratava de maneira diferente, geralmente de acordo com o momento de sua vida. À medida que ia passando as imagens, eu perguntava o que achavam. A grande maioria dizia que a artista era feia, que se parecia um homem e não entendiam o porquê de tantos auto-retratos.

Fiz uma explanação da biografia de Frida Kahlo para que pensassem a partir dessas informações, percebessem as diferenças nos auto-retratos a partir do que a artista vivia e o porquê dela na, grande maioria de suas obras, fazer auto-retratos.

Expliquei que ela havia sofrido um acidente, que passou muito tempo deitada e sua mãe havia colocado um espelho sobre sua cama. Ela costumava dizer: “Pinto-me por que sou sozinha e por ser o assunto que mais conheço”. O alunado passou a citar imagens que se relacionavam com o momento da vida no qual eu havia citado e percebendo que estamos sempre em constantes mudanças.

Como atividade para casa, pedi que cada um (a) fizesse um auto-retrato, que poderia ser um desenho ou uma pintura. Alguns (as) perguntaram se era para fazer apenas o rosto, expliquei a partir dos auto-retratos vistos que não existe uma forma única, podendo ser retratado de corpo inteiro, outro da cintura para cima, com dualidade e também apenas o rosto. Deixei-os (as) à vontade para fazer da forma como queriam.

Auto-retratos do alunos

Comentários

Sarah Falcão disse…
justamente o que eu pensava em abordar na minha monografia! só que isso voltado para moda... tava tendo uma instalação no ccbb do rio chamada auto-retrado falado que me lembrou muito o trabalho dela. Lá vc entrava numa cabine e fazia seu auto retrato só com a fala... vc falava com uma maquininha q montava o retrato. e depois o seu retrato era colado na parede junto com uma foto sua para você ver a diferença. Muito massa! rsrsrs
Adriana disse…
Adorei essas atividades das diferenças visuais e tambem do auto-retrato,Ah!!! e seu blog está muito especial, cheio de conteúdos interessantes, vou vê-lo aos poucos...Até...

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…