Pular para o conteúdo principal

Que ensino é esse?

Jorge Portugal

De Salvador (BA)


(foto: Francisco Stuckert/ Futura Press)

Costumava, em todo início de ano, logo na primeira semana de aula,

fazer um investigação sumária sobre o nível de informação dos meus alunos de redação.

Nada que exigisse metodologia complicada, tabelas e complexidades estatísticas, nada disso.

A avaliação consistia na apresentação de alguns itens expressos por nomes,

fórmulas, frases, siglas, representativos do patrimônio cultural da humanidade

em épocas distintas e que, em tese, qualquer ser humano,

pretendente a uma carreira no nível superior de ensino, deveria conhecer.

Algumas referências da lista: OMC, BIOÉTICA, "PENSO; LOGO EXISTO",

OS NOMES DE TRÊS MINISTROS DO GOVERNO DE ENTÃO

e SUAS RESPECTIVAS PASTAS etc.

Pois bem. Era de se esperar que a garotada cevada de informações

nos melhores colégios de Salvador, a preços que ficam na média de R$1.500, tirasse

de letra um elenco de atualidades tão óbvias.

Qual nada! Havia turmas em que 55% dos estudantes

não sabiam dizer uma palavra sequer sobre qualquer um dos itens apresentados!

Na maioria dos que o faziam, a resposta era sempre superficial,

limitando-se, no caso das siglas, a "traduzir" o que elas significam.

Relacionar algum dos itens com a sua realidade?

Dizer o quanto, por exemplo, uma decisão da OMC

podia afetar o seu dia-a-dia de jovem da periferia capitalista?

Nem pensar! Em compensação, esses garotos e garotas tinham,

na ponta da língua, o caminho para resolver todas as complicações

dos NÚMEROS COMPLEXOS, discorriam soberanamente

sobre as TRÍADES DE DÖBENREINER,

e conheciam profundamente o CICLO DE VIDA DAS ANGIOSPERMAS.

Informações que, a depender da carreira escolhida,

ele jogaria na lata do lixo no primeiro dia de universidade.

Caso se perguntasse qual a conseqüência da queda

dos juros no padrão de vida de sua família - coisa que afeta seu cotidiano imediato -

eles não saberiam responder.

Não admira que esses estudantes, transformados em candidatos ao Enem,

exibissem um número médio de acertos que mal chega a 50% da prova.

Por quê? Pelo simples fato de que esse exame vale-se de uma prova

que investiga competências e habilidades e não apenas capacidade de memorizar dados.

Uma prova que pede um olhar sintonizado com a contemporaneidade dos fatos científicos

e a relação destes com a nossa vida. E a escola que nós temos, infelizmente,

não prepara nossos jovens para, inteligentemente, "ligarem as coisas".

Pergunta para reflexão: que sistema de ensino é esse que premia a "decoreba",

cria um programa de cultura inútil que massacra a cabeça da garotada

e não deixa espaço na mente do aluno para a inteligência e a reflexão?

O debate sobre o futuro do País passa por aí.

Jorge Portugal é educador, poeta e apresentador de TV. Idealizou e apresenta o programa "Tô Sabendo", da TV Brasil.

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI5398116-EI17956,00-Que+ensino+e+esse.html

(Erinaldo Alves)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RCNEI - Resumo Artes Visuais

Introdução:

As Artes Visuais expressam, comunicam e atribuem sentidos a sensações, sentimentos, pensamentos e realidade por vários meios, dentre eles; linhas formas, pontos, etc.
As Artes Visuais estão presentes no dia-a-dia da criança, de formas bem simples como: rabiscar e desenhar no chão, na areia, em muros, sendo feitos com os materiais mais diversos, que podem ser encontrados por acaso.
Artes Visuais são linguagens, por isso é uma forma muito importante de expressão e comunicação humanas, isto justifica sua presença na educação infantil.

Presença das Artes Visuais na Educação Infantil:
Idéias e práticas correntes.

A presença das Artes Visuais na Educação Infantil, com o tempo, mostra o desencontro entre teoria e a prática. Em muitas propostas as Artes Visuais são vistas como passatempos sem significado, ou como uma prática meramente decorativa, que pode vir a ser utilizada como reforço de aprendizagem em vários conteúdos.
Porém pesquisas desenvolvidas em diferentes campos das ciências …

Arte como Educação e Cidadania - Por Ana Mae Barbosa

"Não é possível conhecer um país sem conhecer e compreender sua arte - essa é a opinião da professora Ana Mae Barbosa, da Escola e Comunicações e Artes da USP. "Um país só pode ser considerado culturalmente desenvolvido se ele tem uma alta produção e também uma alta compreensão dessa produção", declara. "A linguagem visual nos domina no mundo lá fora e não há nenhuma preocupação dentro da escola em preparar o aluno para ler essas imagens. O público quer conhecer; falta educação para a arte".
Na opinião de Ana, os professores do ensino fundamental e médio costumam priorizar a linguagem científica e discursiva, mas é preciso que o aluno tenha também uma alfabetização visual para compreender a linguagem que o rodeia em outdoors, na televisão, no computador. "É importante entender arte, que é a representação do país por seus próprios membros", ela ressalta. "E a configuração visual do país é dada pelas artes plásticas".
Ana afirma que até a décad…

Como fazer uma animação com bonecos!

Não é tão difícil fazer uma animação com bonecos e dá para ensinar aos seus alunos a partir de um passo a passo super simples e fácil que eu encontrei aqui pela internet onde explica para crianças como fazer uma animação com bonecos e curiosidades sobre como são feitos os filmes de animação com massa de modelar:

Conheça o passo a passo da animação com bonecos:

A primeira coisa a fazer é pensar na história e desenvolver um roteiro. Pode ser algo do tipo: "Um homem vai à padaria comprar pão, mas esquece o pão lá".

É feito o storyboard: quadrinhos com desenhos de cada cena, mostrando como será a ação do boneco e o enquadramento da câmera.

O modelista começa a construir os bonecos e cenários.

Com cenários e bonecos prontos, é hora de pensar na iluminação, como em uma filmagem convencional.

Começa a animação. São feitas 24 fotos para cada segundo de filme, que ao serem projetadas na seqüência, criam a sensação de movimento. Dependendo da ação, é possível reduzir esse número para 12 fot…